Olho Clínico

Este mês apresentamo-vos o caso do Gabriel: O Gabriel sempre foi um menino diferente. Esquisito, poderíamos dizer. Pouco palrou e nunca olhava olhos nos olhos as pessoas, mesmo as familiares. Em bebé, nunca se riu para ninguém. Nunca fez gracinhas. E, aí pelos oito meses de idade, fazia um movimento muito estranho com a cabeça,... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora